sábado, 25 de outubro de 2008

REESCRITA DE PROVÉRBIOS

O Departamento de Língua Portuguesa da nossa escola está a organizar um concurso de reescrita de provérbios portugueses. Trata-se de um óptimo exercício cultural ,de escrita e agilidade mental.
Os crítérios para selecção dos melhores, três por turma, são:

A criatividade/ originalidade.
O respeito pelo espírito do provérbio
Actualidade.

Exemplos :
Longe da vista longe do coração.
longe da vista perto do messenger.

Com o agradecimento público à minha colega Cristina Cunha.
Deixo-vos aqui um lindo poema de Chico Buarque e Eugénia Melo e Castro( onde se fala de provérbios) .

Ouça um bom conselho
Que eu lhe dou de graça
Inútil dormir que a dor não passa
Espere sentado
Ou você se cansa
Está provado, quem espera nunca alcança
Venha, meu amigo
Deixe esse regaço
Brinque com meu fogo
Venha se queimar
Faça como eu digo
Faça como eu faço
Aja duas vezes antes de pensar
Corro atrás do tempo
Vim de não sei onde
Devagar é que não se vai longe
Eu semeio o vento
Na minha cidade
Vou pra rua e bebo a tempestade.

Ver e ouvir: (CLICA AQUI).


PROPOSTA DE TRABALHO : Consulta em " Aprender na net" os sites: "Portal da literatura", "provérbios portugueses" e "provérbios de vários países". Reescreve os provérbios de que mais gostas.



3 comentários:

Bruno disse...

Está muito giro!!!
Ass: Bruno Cardoso
7º5ª nº4

Ricardo disse...

está engraçado stor!!
Ass:Ricardo Patricio
7º 5º Nº19

Bárbara disse...

O seu blog está muito fixe
Ass: Bárbara Tiago
7º9ªnº5